É possível crescermos juntos?