Um especialista pode fazer a diferença?